Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Última chamada para concurso que premiará empresas que promovem inovação e impacto social

Terminam neste sábado inscrições para prêmio da Câmara Brasil-Alemanha

As startups inovam. As empresas estabelecidas de todos os portes, também. Todas as companhias que promevem transformações tecnológicas em produtos e processos podem se inscrever até este sábado no Prêmio Brasil-Alemanha de Inovação, promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha de São Paulo. Em sua terceira edição, o prêmio pretende identificar empresas brasileiras e companhias alemãs instaladas no Brasil que promovem impacto nos negócios e também na sociedade. Para isso, avalia os trabalhos das empresas em duas categorias. A primeira, chamada Desafio, quer encontrar os melhores projetos que resultaram na otimização das fontes de energia – um desafio global. A segunda, destinada a startups e pequenas e médias empresas com faturamento de até 60 milhões de reais, quer encontrar ideias que trouxeram frutos para os negócios ou para a sociedade em geral.

Leia mais:

. Startups e grandes empresas: o que o ratinho pode ensinar ao leão

. Já sonhou em ajudar a Nasa a inovar? Sua hora chegou

. “Para inovar, você tem que mudar a lei. É o caso do Uber”, diz “advogado das startups”

. No mundo da inovação, universidade é agente de desenvolvimento, diz especialista

. Inovação oferece abundância de que o mundo precisa, diz embaixador da Singularity

. “Startup não é lugar de fantasia”, diz mentor do Vale do Silício

“Objetivo principal é aproximar empresas inovadoras de potenciais parceiros de negócios, como grandes companhias e investidores, de forma a viabilizar e desenvolver os projetos de inovação”, diz Bruno Vath Zarpellon, diretor do Departamento de Inovação e Tecnologia da Câmara. “Queremos aproveitar ainda o fato de que a Alemanha é um país de ponta na inovação. Por isso, os vencedores ganharão uma viagem ao país para visitar uma feira ligada ao seu setor e também uma instituição de pesquisa que possa cooperar no desenvolvimento da ideia surgida no Brasil.”

O prêmio conta com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação brasileiro e do Ministério Federal de Educação e Pesquisa da Alemanha. Recebe ainda patrocínio de algumas das maiores companhias alemãs instaladas no Brasil, como Bayer, Basf, Siemens e Volkswagen. Isso é um trunfo para os participantes, já que os projetos finalistas das duas categorias serão apresentados aos patrocinadores e parceiros institucionais do concurso.

“Eles farão um pitch diante de executivos de alto escalão dessas companhias. Assim, aproximamos ideias inovadoras e eventuais parceiros.” O vencedor da categoria Startup e PMEs tem outro benefício: será incluído na etapa final do 100 Open Startups, programa de inovação aberta promovido pelo Wenovate.

A Câmara fomenta o comércio entre Brasil e Alemanha. Possui 1.700 associados, entre companhias alemãs e brasileiras.

Member of The Internet Defense League