Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hackers vazam dados de usuários de site de infidelidade ‘Ashley Madison’

Após ataque, dados de mais de 1 milhão de pessoas caíram na rede

O site de relacionamento extraconjugal AshleyMadison.com sofreu um ataque de hackers, que divulgaram dados pessoas de mais de 1 milhão de seus usuários. Após ameaçar liberar detalhes íntimos de mais de 37 milhões de usuários do site, cujo slogan é “A vida é curta. Tenha um caso”, hackers disseram ter publicado uma enorme quantidade de endereços de e-mail e dados de cartões de crédito roubados em julho.

‘Wikileaks’ da traição: hackers prometem divulgar dados de site de adultério

A Avid Life Media, que detém os sites Ashley Madion e Established Men, é baseada em Toronto, no Canadá, não confirmou se as informações eram verdadeiras, porém, admitiu sofrer uma invasão eletrônica e afirmou, em comunicado, que estava investigando o caso. Os hackers postaram uma mensagem em que acusam os proprietários do site de incompetência e fraude e diz que “agora, todo mundo verá os seus dados”.

Em poucas horas, milhares de endereços de e-mail de usuários da América do Norte e da Europa, incluindo muitos ligados a corporações e universidades. É possível criar uma conta no site Ashley Madison usando informações, como nome e endereço de e-mail, de terceiros.

Apesar da divulgação dos emails, o pacote de 9,6 Gb de informações não mostra as mensagens trocadas pelos usuários. Os hackers se autodeclararam “juízes” morais, considerando-se aptos a impor uma “noção pessoal de virtude em toda uma sociedade”, disse a Avid em comunicado.

(Com agência Reuters)

Member of The Internet Defense League