Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Google Play Music lança o plano familiar mais barato do mercado brasileiro

Serviço de streaming musical da empresa liberou o recurso que estava disponível apenas em outros países como Estados Unidos e Austrália

O Google Play Music lançou nesta terça-feira o seu plano familiar no Brasil, novidade que promete colocá-lo entre os maiores serviços de streaming do mercado nacional. A plataforma agora poderá abarcar até seis pessoas em apenas uma conta pelo preço de 22,90 reais por mês (o valor não sofre alteração independentemente do número de usuários) – a conta individual custa 14,90 reais por mês. Os principais concorrentes já contavam com a opção de adesão de novos usuários no Brasil, mas os pacotes são mais caros do que os oferecidos pelo Google.

O Spotify, o maior e mais popular do segmento, apresenta alguns planos de acordo com o número de usuários, variando de 22,35 (duas pessoas) a 44,90 reais (quatro pessoas). O Apple Music, por sua vez, permite até seis contas compartilhadas por 14,99 dólares (cerca de 60 reais pela cotação atual). Também forte no ramo, o Deezer, contudo, não possui plano familiar.

O britânico Ady Harley, de 40 anos, diretor de parcerias musicais do Google Play para a América Latina, explica que a extensão ao plano familiar vai além de criar apenas uma nova modalidade para aqueles que já usam a plataforma. “Criamos este plano no Brasil para atender a uma parcela de usuários que ainda não conseguia ter acesso a esse tipo de serviço”, conta o porta-voz da empresa.

Para aderir ao Plano Família, o usuário já deve ter uma conta individual no streaming de música do Google. Assim, basta ativar a opção nas configurações do aplicativo (disponível apenas para Android e IOS) e adicionar outros membros, que devem ter uma conta no Gmail para começar a utilizar o serviço. Com mais de 35 milhões de músicas na biblioteca, o Play Music já tinha o plano familiar disponível em outros países como Estados Unidos, Austrália e Reino Unido.

De acordo com uma pesquisa feita pelo Google para entender a demanda do plano familiar no Brasil, 77% dos consumidores abordados afirmaram ser uma grande vantagem poder dividir o valor da assinatura e, em outro questionamento, 49% dos entrevistados disseram que o novo plano possibilita um maior acesso ao serviço de streaming.

Harley acredita que a diversificação das plataformas de música é benéfica tanto para o mercado quanto para os consumidores: “O mercado se mostra muito competitivo neste momento, o que encaramos como algo muito saudável para a indústria. São muitos serviços disponíveis, com modelos de negócios e produtos diferentes. Isto faz com que todos se esforcem para proporcionar a melhor experiência para seus usuários, com as melhores ofertas. o que é bom para todos os consumidores”.

Leia também:

Venda de discos cai e streaming dispara nos EUA

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

Member of The Internet Defense League