Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estudo aponta que banda larga de internet pode ter limite maior de velocidade

A comunicação por fibra óptica pode transmitir mais dados do que era originalmente estimado

Em estudo publicado hoje (25) na revista Science, pesquisadores da Universidade de San Diego, na Califórnia, descobriram uma maneira de bombear mais luz a uma distância maior de um cabo de fibra óptica. As fibras de sílica, fios como os de cabelo, que formam a base de comunicação óptica, podem lidar com muito mais dados do que era originalmente estimado. Os resultados da análise representam um passo em direção a uma internet mais rápida e com mais dados. Em outras palavras, a rede de sua casa poderá ficar mais veloz.

Leia também:

“Vamos deixar a educação disponível a qualquer aluno que queira aprender e que tenha acesso à internet”

Como a era digital preserva a história da humanidade

Para a análise, pesquisadores usaram métodos de propagação digital inversa para estudar várias frequências de pulso de laser enquanto se deslocavam pelas fibras. O resultado foi surpreendente: as interações não lineares podem ser revertidas por esse método de bombeamento de luz. Traduzindo, isso significa que, além de maior envio de dados, existe uma solução para os limites de velocidade da web.

A informação costuma viajar pela fibra, mas ela está sujeita a distorções, e costuma se degradar ao longo do tempo, enquanto atravessa o percurso. Por isso, os sinais de informação precisam ser regenerados durante as rotas para que as mensagens sejam legíveis ao atingir destinatários. Com essa possível solução, a necessidade de constante regeneração de sinal, processo de alto custo, não será mais uma etapa necessária.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League