Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sobe para 126 o número de infectados por novo coronavírus na Coreia do Sul

O país já registrou um total de dez mortes em consequência da doença

A Coreia do Sul registrou nesta sexta-feira quatro novos casos de Síndrome Respiratória do Médio Oriente (Mers-CoV), elevando para 126 o número de infeções pelo coronavírus. Até agora, a Coreia do Sul registrou um total de dez mortes em consequência da doença, segundo dados do Ministério da Saúde.

Na última semana, o número de novos casos diários ficou acima de 12 por dia. Os quatro novos doentes foram infectados no Centro Médico Samsung, em Seul, foco da maioria dos contágios até o momento, de acordo com comunicado do ministério. “A possibilidade de o Mers se propagar na sociedade é muito baixa”, disse Kwon Duk-choel, diretor dos Centros de Controle e Prevenção da Coreia, em entrevista em que aconselhou os cidadãos a “levar uma vida normal”.

O número de pessoas em quarentena foi reduzido em 125 e 3.680 permanecem nessa condição por motivo de prevenção. O primeiro doente infectado com Mers foi diagnosticado em 20 de maio, após uma visita à Arábia Saudita.

O Mers é considerado um “primo”, mais mortal, mas menos contagioso, do vírus responsável pela Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars) que, em 2008, fez cerca de 800 mortos em todo o mundo. Como o Sars, provoca infecção pulmonar e os afetados sofrem febre, tosse e dificuldades respiratórias, não havendo, por enquanto, tratamento preventivo para a doença.

Tanto o coronavírus MERS quanto a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) causam uma infecção dos pulmões, febre, tosse e dificuldades respiratórias. Ao contrário do SARS, o coronavírus provoca falha renal e não tem qualquer tratamento preventivo.

Mais de 20 países foram afetados por este vírus, contra o qual não existe vacina ou tratamento. A maioria dos casos foram relatados na Arábia Saudita, onde mais de 400 pessoas morreram desde 2012.

(com Agência Brasil)

Member of The Internet Defense League