Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

México aprova a primeira vacina contra dengue

O fabricante já submeteu a vacina para aprovação em mais vinte países, incluindo o Brasil

Nesta quarta-feira, a Cofepris, autoridade regulatória mexicana para a aprovação de medicamentos, aprovou a vacina contra a dengue. A imunização previne contra os quatro sorotipos do vírus causador da doença e abre caminho para a redução dos casos em países endêmicos.

Desenvolvida pela Sanofi Pasteur, a imunização é indicada para pessoas com idade entre 9 e 45 anos e deve ser administrada em três doses, com um intervalo de seis meses entre elas.

A aprovação baseou-se em estudos clínicos realizados com mais de 40.000 voluntários de diferentes idades, países e etnias. Os resultados mostraram 66% de proteção global contra os quatro sorotipos e redução de casos graves.

“A prevenção é importante. Mas, ainda mais a redução das mortes e dos casos graves”, disse Sheila Homsani, diretora médica da Sanofi Pasteur Brasil.

A nova vacina não protege contra o zika, vírus transmitido pelo mesmo mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

Leia também:

Com 1,4 milhão de casos no Brasil, dengue bate recorde

Os novos comprimidos que combatem a dengue

De acordo com a médica, o registro da vacina contra a dengue já foi submetido para aprovação em 20 países, incluindo o Brasil. “Esperamos que a Anvisa dê seu aval até o começo do ano que vem, Certamente, essa aprovação no México, que também é um país endêmico da doença com um grande número de casos registrados anualmente irá contribuir para isso”, disse a médica.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) se referiu à vacina contra dengue como parte essencial dos esforços necessários para reduzir de maneira significativa a carga da doença em todo o mundo. Ainda de acordo com a entidade, a dengue é hoje a doença transmitida por mosquito que mais se dissemina no mundo, causando cerca de 400 milhões de infecções por ano.

O Instituto Butantã, em São Paulo, também está desenvolvendo uma vacina contra o vírus da dengue.

Member of The Internet Defense League