Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

STF autoriza investigação contra ministro do TCU e deputado por propina em CPI

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de investigação contra o ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo e contra o deputado e ex-presidente da Câmara Marco Maia (PT-RS). Os dois foram citados na delação premiada do senador cassado Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) como responsáveis por cobrar propina disfarçada de doação eleitoral para que empreiteiros não fossem convocados a prestar depoimento à CPI mista da Petrobras, em 2014. As suspeitas são de prática dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Em depoimento aos investigadores, Delcídio afirmou que existia um esquema na CPI mista da Petrobras para blindar os empreiteiros Leo Pinheiro (OAS) e Ricardo Pessoa (UTC) e o lobista Julio Camargo (ex-Toyo Setal). Na época, Vital era presidente da comissão e Marco Maia, o relator. Segundo o delator, os empresários enrolados no petrolão se reuniram com integrantes da comissão, entre eles Vital e Marco Maia, para acertarem o “pedágio” em troca da não convocação para depor ao colegiado.

Na época em que o Ministério Público Federal pediu a abertura de inquérito, o deputado petista afirmou que “entende a posição do MP”, mas que confia em que a investigação irá mostrar que ele foi vítima de uma “mentira descabida” feita com a intenção de desgastar a imagem dele e do PT. O atual ministro do TCU Vital do Rêgo afirmou por meio de nota que “está à disposição das instituições para qualquer esclarecimento”.

Member of The Internet Defense League