Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês

Que Deus tenha misericórdia dessa nação, diz Cunha ao anunciar voto

Por Da Redação - 17 abr 2016, 21h40

Algoz da presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi econômico ao anunciar, na sessão plenária desde domingo, seu voto em favor da continuidade do procedimento de deposição da petista. “Que Deus tenha misericórdia dessa nação”, disse o peemedebista, um dos aliados mais próximos do vice Michel Temer. Eduardo Cunha foi vaiado ao falar antes do voto e na sequência aplaudido, por engordar o placar dos parlamentares pró-impeachment. (Laryssa Borges, de Brasília)

Publicidade