Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O juiz poeta da Zelotes

Titular da 10ª Vara Federal de Brasília, o juiz Vallisney de Souza Oliveira, notabilizou-se por mediar discussões acaloradas nas audiências da Operação Zelotes entre o procurador Frederico Paiva e alguns dos criminalistas mais requisitados do país, como Roberto Podval e Marcelo Leal. Tolerante, numa das ocasiões explicou que tinha mudado seu perfil como magistrado e que deixava as partes se manifestarem à vontade, mas chegou a repreendê-los: poderia usar o poder de polícia para retirar alguma parte da audiência caso houvesse desrespeito. A paciência de Oliveira com os embates teatrais protagonizados por acusação e defesa no fórum pode emanar das letras. O juiz mantém um blog pessoal com poemas, citações literárias e jurídicas, artigos e livros de sua autoria, fotos de pássaros, animais e frutos nativos, além paisagens e pontos turísticos no Brasil e no exterior. Assina com o acrônimo “VSO”. O último dos “poemas tentados”, Vendaval, foi publicado no dia 18, data em que os advogados dos réus entregaram as alegações finais. Desde sexta-feira, ele trabalha na sentença da ação penal sobre a negociação de medidas provisórias que beneficiaram montadoras de automóveis no governo petista. A previsão é que Oliveira decida o destino de lobistas e agentes públicos acusados de corrupção na semana que vem, já que o magistrado está doente e só volta ao trabalho amanhã. (Felipe Frazão, de Brasília)

Member of The Internet Defense League