Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O discurso derradeiro de Dilma

A manhã desta quinta-feira foi de corre-corre no Palácio do Planalto, com os preparativos do derradeiro discurso da presidente afastada Dilma Rousseff, antes de entregar o cargo ao vice-presidente Michel Temer por até 180 dias. Assessores de Dilma e do ex-presidente Lula, muitos já exonerados, e o cerimonial do Planalto organizam os últimos detalhes, e trocam cumprimentos desolados. Passam faixas e isolam os corredores. E olham constantemente para a Praça dos Três Poderes da vista panorâmica privilegiada do palácio. O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, caminhava sozinho pelo 2º andar, onde Dilma falará a jornalistas, e subiu ao gabinete dela. Dilma chegou em comboio de carros por volta das 9h50. O líder do governo, José Guimarães (PT-CE), veio checar a ainda pequena movimentação de manifestantes petistas pela janela. A segurança cercou o palácio com grades e detectores de metal. Na descida da rampa principal repousa um solitário pedestal, que Dilma usará para falar à nação. (Felipe Frazão, de Brasília)

Leia mais:

Empossado, Temer entrará no Planalto às 15h

PSDB e DEM ensaiam discurso pós-oposição. PT segue perplexo

Member of The Internet Defense League