Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No dia da votação do afastamento, Dilma abre mão de pedalar

Petista manteve sua rotina de exercícios matinais, mas optou por uma caminhada

No dia que o Senado vai selar o destino da presidente Dilma Rousseff, a petista manteve a rotina de exercícios matinais nesta quarta-feira. No entanto, ao invés das tradicionais pedaladas, ela resolveu caminhar pelos arredores da Alvorada, por volta das 6h30. No dia da votação do impeachment na Câmara, no dia 17 de abril, ela havia andado de bicicleta.

Nos acessos aos Palácios da Alvorada e do Jaburu, foram colocados dois bloqueios, na manhã desta quarta-feira. O esquema, que já havia sido montado nos últimos dias, visa a evitar que manifestantes cheguem perto das residências oficiais da presidente Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer. Os jornalistas estão posicionados a cerca de 500 metros da casa do Jaburu, que fica à beira do lago Paranoá.

Um dos primeiros a chegar no Jaburu foi o deputado federal Manoel Junior (PMDB-PB) por volta das 9 horas. Aliado de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ele disse que veio ter uma rápida conversa com Temer sobre um assunto interno e que depois iria para a Câmara acompanhar a votação.

Leia também:

Papa pede “harmonia” e “paz” ao Brasil para superar momento de dificuldade

Member of The Internet Defense League