Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na TV, PSDB reitera apoio a Temer e fala em pacificar o país

O PSDB exibe nesta quinta-feira seu programa partidário semestral – o primeiro após Michel Temer (PMDB) assumir a Presidência da República interinamente. O vídeo de 10 minutos conta com as participações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do senador Aécio Neves, do ministro das Relações Exteriores, José Serra, e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, além de deputados e senadores do partido.

Logo no início, FHC cita a criação da Lei de Responsabilidade Fiscal e afirma que o governo Dilma a transgrediu. “A política precisa consertar o que a própria política estragou”, afirma.

Aécio Neves fala em seguida e reitera seu apoio ao governo do presidente interino Michel Temer. “Não vamos só torcer para que o governo dê certo, vamos ajudá-lo a dar certo.” O senador tucano também defende o fim da polarização no país. “Temos que virar essa página do radicalismo, do ódio. Vamos falar em união, em confiança.”

LEIA TAMBÉM:

Aécio, sobre cargos em governo Temer: ‘PSDB tem responsabilidade com o país’

Em sua fala, Serra defende a geração de emprego e estabilização da economia. “O emprego só vai voltar se a economia crescer novamente e um dos caminhos fundamentais para isso é exportar. Vendendo mais lá fora, nós vamos aumentar a produção aqui dentro e criaremos empregos.”

Geraldo Alckmin cita a superação da crise como prioridade “fundamental e imediata” para atender aos anseios dos brasileiros e devolver “a confiança plena na democracia” do país. O vídeo aborda ainda a participação feminina na política brasileira. A presidente do PSDB Mulher, Solange Bentes Jurema, afirma que o atual cenário não é justo com as mulheres do Brasil e deve ser revisto na reforma política.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League