Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Manifestantes fazem protesto na frente da casa de Jair Bolsonaro

Grupo fez críticas às palavras do parlamentar a favor de ex-torturador e usou palavras de ordem para defender a presidente Dilma

Um grupo de 50 pessoas decidiu infernizar o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) na manhã deste domingo. Os manifestantes, ligados ao Levante Popular da Juventude, protestaram com faixas em frente à casa do parlamentar, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Além de criticarem as palavras de Bolsonaro, que evocou a memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, que chefiou o órgão de repressão da ditadura militar Doi-Codi de São Paulo, eles gritaram palavras de ordem contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. As informações são do site do jornal O Globo.

Leia mais:

Bolsonaro não representa quem defende o impeachment

Em seu Twitter, Bolsonaro reclamou do protesto, no qual era taxado como “golpista”, por defender o impeachment de Dilma. “Meu condomínio está certado por simpatizantes do PT. Estão ameaçando invadi-lo. Espero que não cometam essa loucura”, afirmou o deputado na rede social.

Durante a votação do impeachment na Câmara, no dia 17 de abril, Bolsonaro disse: “Perderam em 1964, perderam agora em 2016. Contra o comunismo, pela nossa liberdade, contra o Foro de São Paulo, pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff, pelo exército de Caxias, pelas Forças Armadas, o meu voto é sim.”

(Da redação)

Member of The Internet Defense League