Clique e assine com 88% de desconto

Governo do DF começa a montar muro na Esplanada para votação do impeachment

Por Da Redação - 8 maio 2016, 11h58

O governo do Distrito Federal começou a colocar neste sábado grades de contenção na Esplanada dos Ministérios para erguer novamente o chamado ‘muro da vergonha’. Assim como feito na votação da Câmara dos Deputados, que terminou sem confrontos, o esquema de segurança visa separar movimentos pró e contra impeachment que possivelmente irão para a frente do Congresso Nacional acompanhar a votação no plenário do Senado sobre o afastamento da presidente, nesta semana. Nesta sexta, foi aprovado o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), favorável à admissibilidade do processo de impedimento de Dilma, na comissão especial do impeachment. O relatório, agora, tem 48 horas (contados os dias úteis) para ser levado ao plenário do Senado. A sessão terá início na quarta-feira, mas a votação só deve acontecer mesmo na quinta, após mais de 20 horas de discursos dos senadores. (Com Agência Brasil)

Leia também:

Sessão do impeachment no Senado deve ter 20 horas de discursos

Publicidade