Clique e assine com 88% de desconto

Edinho quer tirar de Teori pedido de inquérito sobre caixa dois

Por Da Redação - 6 maio 2016, 16h31

O ministro da Secretaria de Comunicação, Edinho Silva (PT), recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) com pedido para que as suspeitas de que ele teria orientado o senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) a recolher dinheiro de caixa dois não sejam analisadas pelo ministro Teori Zavascki. A defesa do ministro alega que o caso não tem relação com o escândalo de corrupção na Petrobras e, por isso, não deveria ficar nas mãos de Zavascki, relator do petrolão na Corte. Em acordo de delação premiada, Delcídio disse que, ao final da campanha de 2014, pediu a Edinho, então tesoureiro de Dilma, dinheiro para quitar uma dívida de 1 milhão de reais da disputa em que saiu derrotado pelo governo do Mato Grosso do Sul. De acordo com o delator, Edinho orientou que fosse feito caixa dois de campanha e emitidas notas em nome da multinacional farmacêutica EMS. Na avaliação do MP, a estratégia indica que a EMS pagou vantagem indevida a Delcídio por meio de um esquema de lavagem de dinheiro em que seriam simulados contratos de prestação de serviços. (Laryssa Borges, de Brasília)

Publicidade