Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diretor da PF rechaça pressão para barrar Lava Jato

Mantido no cargo pelo presidente interino Michel Temer (PMDB), o diretor geral da Polícia Federal, delegado Leandro Daiello, afirmou nesta quarta-feira que o órgão não está sujeito a pressão política para barrar a Operação Lava Jato. Áudios gravados pelo ex-presidente da Transpetro Sergio Machado, novo delator da Lava Jato, em conversas com peemedebistas como o ex-presidente José Sarney, o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), e o ex-ministro do Planejamento, senador Romero Jucá (RR), sugerem ações para interferir nas investigações. “A Polícia Federal tem uma estrutura e uma cultura de polícia legalista. Nós cumprimos a lei usando os instrumentos que a lei permite e não há forma ou maneira de se fazer pressão ou de se discutir pressão. A Polícia Federal continua trabalhando dentro dos padrões legais do direito penal e processual brasileiro”, afirmou. (Felipe Frazão, de Brasília)

Member of The Internet Defense League