Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alvo da Lava Jato, mulher de Cunha vai à Câmara por impeachment

Investigada na Operação Lava Jato por lavagem de dinheiro, a jornalista Claudia Cruz, esposa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, acompanhou – não tão discretamente – a sessão plenária em que foi definida a continuidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Escoltada por seguranças, ela cruzou rapidamente o Salão Verde da Câmara e se abrigou na presidência da Casa. Ao longo da votação, seu marido, réu no petrolão por corrupção e lavagem de dinheiro, foi chamado de gângster e atacado continuamente por deputados em plenário. Na hora de proferir o voto, pediu que “Deus tenha misericórdia dessa nação”. O Ministério Público que atua na Lava Jato imputa a Claudia a abertura da conta Kopek, sem declarar ao Banco Central, e o uso dela para acobertar dinheiro sujo de Eduardo Cunha. (Rodrigo Rangel e Laryssa Borges, de Brasília)


Member of The Internet Defense League