Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Time de Luxemburgo vira saco de pancada no começo de temporada

Em quatro jogos, incluindo jogos-treino, time chinês perdeu todos

O Tianjin Quanjin investiu pesado para a temporada de 2016. Clube da segunda divisão chinesa, 10° colocado na segundona em 2015, o clube primeiro contratou Vanderlei Luxemburgo. Em seguida, investiu pesado em nomes fortes de três gigantes do Estado de São Paulo. Jadson chego do Corinthians, Luis Fabiano do São Paulo e Geuvânio, do Santos.

Contudo, mesmo com o investimento, o time ainda está longe de ter a força necessária para se tornar uma potência, mesmo que na China. Para a segunda divisão, o time tem tempo para se estabilizar e conseguir o acesso. Todavia, nesse começo de trabalho, o time ainda está longe do ideal.
Em quatro partidas na pré-temporada brasileira o time virou saco de pancadas nas três partidas que fez no ano. Na estreia, contra o Taubaté, da segunda divisão paulista, em jogo-treino, perdeu de 4 x 2. Um dos gols foi de Luis Fabiano, com assistência de Jadson.
Já na segunda partida, contra o Bragantino, também da segunda divisão paulista, mas também da segunda divisão nacional, derrota de 4 x 0. O jogo também foi um chamado jogo-treino. Contra o XV de Piracicaba, em outro jogo-treino, derrota de 2 x 1 sem gol de brasileiros no time chinês.
A estreia em jogo oficial foi contra o Vitória, nesta terça (26). Com mais de 9 mil pagantes no Barradão, o clube baiano goleou os chineses por 5 x 1, que estavam já com Luis Fabiano, Jadson e Geuvânio, que não esteve no primeiro jogo-treino.  Arthur Maia fez 1 x 0 para o Vitória, que sofreu o empate com Luis Fabiano. Depois, Tiago Real, Guilherme Mattis, David e Alípio marcaram para os baianos.
Com um time ainda semi-amador, o Tianjin ainda tem muito a crescer. Jogando em uma liga com times do mesmo nível ou até mais fracas, o time reforçado de brasileiros deve conseguir o acesso e disputar a primeira divisão chinesa em 2016.