Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Segundo maior premiado na Bola de Prata, Ceni se aposenta

Jogador recebeu sete premiações em sua carreira

Segundo maior premiado na história da Bola de Prata, o goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, aposentou-se neste domingo (6). Mesmo não tendo atuado contra o Goiás, no jogo que classificou o Tricolor para a Copa Libertadores, Ceni esteve no banco e despediu-se dos gramados.

O goleiro teve sete premiações de Bola de Prata em sua carreira, perdendo apenas para Zico, ex-Flamengo, com nove premiações ao todo.
Contudo, Ceni é o maior vencedor de Bolas de Prata (desconsiderando Bola de Ouro e artilharia) na história, com seis conquistas. Por isso, pode ser considerado o “rei da posição” nas disputas da Bola de Prata. Nunca um jogador entrou tantas vezes na seleção do campeonato quanto Ceni, que esteve lá em seis oportunidades (2000, 2003, 2004, 2006, 2007 e 2008).
Rogério Ceni ainda é um dos únicos da história a conquistar três bolas de prata de forma consecutiva (sem contar o prêmio de artilheiro).  Os outro foram Don Elías Figueroa, que venceu o prêmio em 1974, 1975 e 1976 pelo Internacional, e o volante Mineiro, que venceu em 2004, 2005 e 2006, por São Caetano e São Paulo.
Além das seis Bolas de Prata, Rogério Ceni ainda foi Bola de Ouro na temporada de 2008. Zico venceu cinco Bolas de Prata, uma a menos que Ceni, mas tem duas Bolas de Ouro e dois prêmios como artilheiro.

Maiores vencedores da Bola de Prata
1° – Zico (9)
2 Bolas de Ouro, 5 Bolas de Prata, 2 Artilheiro
2° – Rogério Ceni (7)
1 Bola de Ouro, 6 Bolas de Prata
3° – Junior e Renato Gaúcho (6)
1 Bola de Ouro, 5 Bolas de Prata
5° – Túlio Maravilha (6)
3 Bolas de Prata, 3 Artilheiro