Clique e assine com 88% de desconto

Messi lamentou derrota da Argentina para o Chile

Jogador deu a declaração de cabeça quente, após o jogo

Por da Redação - 27 jun 2016, 12h34

A derrota, com pênalti perdido na decisão, deixou Lionel Messi abatido e o fez tomar uma decisão que, por um lado, até era esperada por tudo que aconteceu. O craque anunciou que não jogará mais pela seleção de seu país.

“Pensei muito no vestiário, acredito que a seleção já terminou para mim. Lutei muito, tentei, são quatro finais e não consegui ganhar. Fiz todo o possível. Dói mais que para qualquer um, mas é evidente que não é para mim. Desejava mais que ninguém um título com a seleção e infelizmente não aconteceu”, disse o abatido jogador após a partida.
Os quatro vices e Messi foi pelas Copa Américas de 2007, 2015 e 2016 e da Copa do Mundo de 2014, contra a Alemanha.
“É incrível, mas não dá. Não passamos outra vez nos pênaltis. É difícil, o momento é duro para qualquer análise. É para o bem de todos. Por mim e por todos. Muitos desejam isso. Não se conformam com chegar à final, nós também não nos conformamos. Perdemos outra vez nos pênaltis”, avisou o jogador, que tomou a decisão de cabeça quente.
Jogador da seleção desde 2005, Messi tornou-se o maior artilheiro da história do país, ao chegar a 55 gols em 113 jogos oficiais. Jogou ainda por seleções de base e a olímpica, onde conquistou seu maior título pela Argentina, a dos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim, na China.
Publicidade