Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

10 craques consagrados em campos capixabas…

Conheça estrelas que jogaram no Espírito Santo

A última edição do Campeonato Capixaba contou com seus maiores nomes na comissão técnica da simpática equipe do Doze Futebol Clube. 
Trata-se de Carlos Germano e Sorato, atletas que tiveram destaque no futebol nacional, sobretudo o carioca. Já dentro do campo, os jogadores locais são a maioria e sofrem em decorrência de um futebol que não tem empolgado os torcedores.
Ainda assim, é inegável afirmar a tradição do estado, ainda mais se lembrarmos dos nomes que já desfilaram sua arte nos gramados capixabas, tais como os dez seguintes:
Aldair: campeão mundial em 1994, um dos maiores zagueiros do mundo, atuou no Espírito Santo em 2005.
Andrade: grande ex-meio-campista do Flamengo, atuou na Desportiva onde conquistou o estadual de 1992 e no Linhares.
Elivelton: atacante de destaque na década de 1990 chegou ao Espírito Santo em 2006, quando defendeu o Vitória.
Enéas Camargo: um dos maiores nomes da história da Portuguesa foi campeão capixaba com a Desportiva há trinta anos, em 1986.
Crédito: Gildo Loyola
Ézio: o capixaba jogou no Fluminense onde ganhou o apelido de ‘Super Ézio’. Atuou no futebol local em 1998, quando defendeu o Rio Branco.
Crédito: Marco Antonio Cavalcanti
Geovani: natural do Espírito Santo, começou na Desportiva Ferroviária e, posteriormente, se tornou um dos maiores jogadores do Vasco da Gama, durante as décadas de 1980 e 1990.
Crédito: Joaquim Nunes
Paulo Vitor: jogou pouco no Vitória-ES, de 1979 a 1980, e logo se consagrou nacionalmente atuando pelo
Fluminense.
Sávio: mais um surgido no Espírito Santo que fez sucesso no futebol carioca, no caso o Flamengo, nos anos 1990, de onde saiu para jogar no futebol europeu, até mesmo no exigente Real Madrid espanhol. Em 2006, defendeu a Desportiva Capixaba.
Crédito: Renato Pizzutto
Túlio Maravilha: em meio à sua corrida pelo gol 1.000, Túlio passou pelo futebol local em 2003, no Tupy, e 2013, no Vilavelhense.
Washington: atacante que formou com Assis o ‘Casal 20’ no Atlético Paranaense e Fluminense, atuou na Desportiva entre os anos de 1992 e 1993.
O DOZE
Tendo como inspiração a máxima que diz ser o torcedor o 12º jogador, o Doze Futebol Clube foi criado a partir de um projeto que contempla a participação efetiva de seus torcedores nas decisões a serem tomadas por seus dirigentes.
Dentro dessa linha, o Doze desenvolverá um aplicativo interativo através do qual os sócios terão acesso à informações sobre o desempenho do clube e dos atletas, o que permitirá a participação ativa na gestão da equipe.
Neste ano de 2016, pela primeira vez, participou da divisão principal do Campeonato Capixaba. Embora não tenha conseguido se classificar para o hexagonal final da competição, a equipe garantiu sua permanência na primeira divisão.
Para 2017, o objetivo é chegar as finais do estadual.
DOZE FUTEBOL CLUBE

Fundação: 14/11/2014 – Vitória (ES)
Estreia Oficial: 15/3/2015 – Doze 1×0 GEL (Grêmio Esportivo Laranjeiras)
Histórico: Vice-campeão da Série B do Campeonato Capixaba de 2015 7º na Copa Espírito Santo 2015