Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vice-presidente da Assembleia Nacional da França renuncia após denúncias de assédio sexual

O político Denis Baupin foi acusado de assediar e enviar mensagens explícitas a quatro colegas do partido

O parlamentar francês Denis Baupin renunciou à vice-presidência da Assembleia Nacional do país nesta segunda-feira depois de ser acusado por colegas de assédio sexual. Quatro mulheres do partido Europa Ecologia – Os Verdes (EELV), do qual o político era membro até o mês passado, o denunciaram para a imprensa francesa. O pedido de renúncia foi feito nesta manhã pelo presidente da Assembleia, Claude Bartolone.

Apesar de deixar a vice-presidência, Baupin não abandonou sua cadeira de membro eleito da Assembleia e repudiou as denúncias em um comunicado divulgado em seu site. “Após as acusações na mídia, o senhor Denis Baupin quer ressaltar que estas são mentiras difamatórias e infundadas”, afirmou a nota, acrescentando que ele renunciou para proteger a reputação do Parlamento e para se defender.

Leia também:

França vai criar centros de desradicalização em todo o país

Sandrine Rousseau, porta-voz dos Verdes e uma das mulheres que acusam Baupin, afirma que ele a “pressionou na parede”, “apertou” seus seios e tentou beijá-la a força em outubro de 2011. Outras três colegas de partido disseram que foram assediadas por mensagens e por comportamentos impróprios por parte do parlamentar. Baupin é casado com a ministra da Habitação da França, Emmanuelle Cosse, e recentemente saiu do EELV por discordar de estratégias da legenda.

(Com Reuters)

Member of The Internet Defense League