Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

UE e Cuba assinam tratado histórico para normalizar relações

A União Europeia (UE) e Cuba assinaram nesta sexta um acordo de diálogo político e cooperação em Havana, após anos de negociações para normalizar as relações bilaterais. Em visita à ilha, a chefe da diplomacia europeia, a italiana Federica Mogherini, disse que “hoje é um dia histórico para nossa relação bilateral”.

O texto agora será submetido a consultas pelas duas partes envolvidas antes de ser ratificado. Os debates sobre a normalização das relações entre o bloco regional e a ilha se iniciaram em 2014, quando teve fim a chamada “posição comum”. A medida, acordada em 1996, fechava as portas para o diálogo caso não fossem registrados avanços na defesa dos direitos humanos e das liberdades individuais na ilha.

Leia também

Casa Branca descarta encontro entre Obama e Fidel em Cuba

Obama apresenta plano para fechar prisão de Guantánamo

Casa Branca confirma que Obama se reunirá com dissidentes em Cuba

Investimentos – Além da assinatura do acordo, a UE anunciou que destinará uma verba adicional de 10 milhões de euros (cerca de 40 milhões de reais) para o desenvolvimento de Cuba, parte de um orçamento de 50 milhões de euros destinados à ilha para o período 2014-2020. O Comissário europeu de Desenvolvimento, Neven Mimica, que está em Havana, declarou que uma fração dessa verba integra o projeto europeu de “bases ambientais para a sustentabilidade alimentar local”, que procura “reduzir a vulnerabilidade do setor agrícola” pela mudança climática através do fornecimento de ferramentas e de conhecimento aos produtores.

A UE apoia as reformas econômicas lançadas pelo irmão de Fidel Castro, Raúl Castro, para “atualizar o regime”. O bloco europeu é o segundo maior parceiro comercial de Cuba e seu maior investidor estrangeiro.

(Da redação, com ANSA)

Member of The Internet Defense League