Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Theresa May terá 3 dias para apresentar 'plano B' para acordo do Brexit

Primeira-ministra antes contava com três semanas para formular alternativa em caso de rejeição do acordo do Brexit pelo Parlamento

Theresa May terá até três dias para apresentar aos parlamentares um “plano B” para o Brexit caso sua proposta atual seja recusada pela Câmara dos Comuns na votação da próxima terça-feira, 15. O prazo consta de emenda proposta pelo político conservador Dominic Grieve, aprovada em meio a muita confusão.

A primeira-ministra antes teria prazo de três semanas para fazer mudanças. Grieve disse esperar que “o governo esteja focando em alternativas, já que está claro há pelo menos três ou quatro meses que o plano da primeira-ministra está em crise”.

Entre os membros da Câmara dos Comuns, 308 foram a favor da emenda e 297 votaram contra. Em meio às discussões, muitos parlamentares do Partido Conservador, o mesmo de Theresa May, atacaram o presidente da Casa, John Bercow, por ter permitido a aprovação da mudança. Os congressistas estão nesta quarta-feira, 9, no início dos cinco dias de debates que precedem a votação do acordo sobre o Brexit.

Veja também

Os parlamentares conservadores argumentaram que, historicamente, tais mudanças de protocolo poderiam ser feitas apenas por ministros. Mas Bercow, que ganhou o apoio do opositor Partido Trabalhista, insistiu que poderia endossar a decisão e que ficaria ao lado dos interesses do Parlamento, e não dos do Executivo.

Uma emenda anterior de Grieve, aprovada na Câmara dos Comuns antes do Natal, prevê que quaisquer mudanças feitas em uma proposta derrotada podem ser corrigidas por parlamentares. Essa medida dá a eles mais poder para aprovarem alternativas ao acordo sobre o Brexit.

Member of The Internet Defense League