Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Suspeito morre após operação policial ligada a ataques de Paris na Bélgica

Dois outros atiradores ainda estão foragidos e quatro policiais ficaram feridos no confronto

Um dos atiradores que atacaram os policiais belgas que participavam de uma operação antiterrorismo em Bruxelas nessa terça-feira foi morto, informou a procuradoria federal da Bélgica. Dois outros atiradores ainda estão foragidos, e quatro policiais ficaram feridos no confronto.

“Um corpo foi encontrado na invasão de uma residência localizada na rua Dries (no distrito de Forest, na capital belga). Sua identidade ainda não é conhecida, mas não se trata de Salah Abdeslam”, suspeito de ter desempenhado um papel-chave nos atentados em Paris e que continua foragido, informou o porta-voz da procuradoria, Eric Van der Sypt.

Leia também:

Bélgica sabia desde 2014 que irmãos Abdeslam atacariam

Bélgica prende 10 pessoas em operação contra célula do Estado Islâmico

Os atiradores abriram fogo contra os policiais que investigavam um apartamento no bairro de Forest. De acordo com a emissora CNN, os oficiais que participavam da operação acreditavam que o apartamento estava vazio, mas assim que entraram foram surpreendidos. “Os agentes chegaram à porta de um apartamento e foram feitos vários disparados do interior do edifício em direção a eles. Vários policiais ficaram feridos”, disse Van der Sypt.

Diversas ruas nos arredores do bairro foram fechadas ao tráfego de carros e de pessoas na capital belga. A operação desta terça ainda tem relação com a busca de pessoas que possam ter se envolvido nos ataques na França, que mataram 130 pessoas em novembro do ano passado.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League