Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Suspeito dos atentados em Paris é extraditado da Bélgica para a França

Salah Abdeslam estava preso em Bruxelas desde março

Salah Abdeslam, suspeito de ter participação decisiva nos ataques terroristas de novembro de 2015 em Paris, foi extraditado da Bélgica para a França, disseram procuradores de ambos os países. Ele deve se apresentar à Justiça francesa na tarde desta quarta-feira para ser indiciado.

O suspeito, de 26 anos, foi extraditado por via área sob escolta da Unidade de Elite da Polícia Francesa (GIGN), de acordo com fontes ligadas ao caso. Abdeslam foi o fugitivo mais procurado da Europa até sua captura em Bruxelas em 18 de março, após quatro meses de buscas. Ele é acusado de desempenhar papel chave no planejamento e na execução dos ataques que deixaram 130 mortos e centenas de feridos no ano passado.

Segundo investigações, o suspeito foi responsável por alugar dois dos três veículos utilizados pelos criminosos, assim como um apartamento na periferia de Paris, no qual ficaram hospedados alguns dos autores dos atentados. Ele também transportou os três homens-bomba que detonaram suas cargas explosivas nas proximidades do Stade de France.

Leia também:

Suécia entra em alerta por risco de ataque do Estado Islâmico, diz imprensa local

Terrorista de aeroporto em Bruxelas foi carcereiro de reféns estrangeiros na Síria

Em seu primeiro interrogatório na Bélgica, o acusado afirmou que também deveria ter detonado uma carga explosiva, mas que renunciou ao plano.

Frank Berton, conhecido advogado criminal francês, disse que iria liderar a defesa de Abdeslam e visitou seu cliente por mais de duas horas na semana passada em uma cela de prisão na Bélgica, junto com o advogado belga do acusado, Sven Mary.

(Com AFP e Reuters)

Member of The Internet Defense League