Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rússia realiza voos ‘agressivos’ perto de destróier americano

Ministério da Defesa russo afirmou que aeronaves obedeceram normas internacionais de segurança

Aviões militares russos realizaram uma série de “voos agressivos” sobre um destróier dos Estados Unidos em águas internacionais no Mar Báltico nos últimos dias. Rússia afirma que voos não desobederam normas internacionais de segurança.

As manobras começaram na segunda-feira, quando o destróier se encontrava a 70 milhas náuticas de Kaliningrado, em águas internacionais. Dois caças russos Su-24 desarmados voaram pelo menos vinte vezes perto do “USS Donald Cook”, incluindo um voo a menos de dez metros do navio americano. Na terça, um helicóptero antissubmarino russo Ka-27 Helix voou sete vezes ao redor do destróier, tirando fotos à medida que passava.

Leia também:

Queda de helicóptero mata dois pilotos russos na Síria

Piloto ucraniana é condenada a 22 anos de prisão na Rússia

Rússia busca novos golfinhos para seu programa de treinamento militar

“Este incidente está em contradição com as normas profissionais que se aplicam a militares que operam perto de outros em águas internacionais e no espaço aéreo internacional”, reagiu o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, lamentando “os reiterados incidentes” registrados no ano passado.

Nesta quinta-feira, o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, afirmou que “após detectar o navio, os pilotos russos viraram para a direção oposta, em plena conformidade com as medidas de segurança”. “Todos os voos dos aviões militares russos seguem as normas internacionais de utilização do espaço aéreo sobre águas neutras”.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League