Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rússia busca novos golfinhos para seu programa de treinamento militar

Os animais são ensinados a detectar objetos suspeitos no mar e a colocar explosivos em navios inimigos

O Ministério da Defesa da Rússia pretende adquirir cinco golfinhos que irão integrar o programa de mamíferos marinhos para fins militares na península da Crimeia, renovando uma tradição soviética da Guerra Fria. Golfinhos são treinados pela ex-URSS e pelos Estados Unidos desde a década de 60 para resgatar mergulhadores e detectar minas submarinas, entre outras atividades.

O Ministério russo está disposto a pagar 350.000 rublos (mais de 18.000 reais) por cada um dos golfinhos, que devem ser transportados ao centro de treinamento em Sebastopol até 1º de agosto. O Exército está em busca de duas fêmeas e três machos com idades entre 3 e 5 anos para fins militares.

Leia também:

Ucraniana presa na Rússia mostra o dedo médio para o juiz em audiência

Ucrânia: manifestantes atacam embaixada da Rússia em Kiev

Agente alemão é acusado de traição por espionar para EUA e Rússia

Segundo o coronel aposentado Viktor Baranets, que acompanhou o treinamento de golfinhos militares nos tempos da União Soviética, os mamíferos marinhos eram ensinados a colocar explosivos nos navios inimigos e detectar torpedos abandonados e destroços no fundo do Mar Negro durante a Guerra Fria. O treinamento desses animais começou na URSS por volta de 1960. Desde então, a Crimeia, península ucraniana anexada pela Rússia, possui um centro de treinamento de mamíferos marinhos.

Nos Estados Unidos, o programa de treinamento mamíferos marinhos para fins militares é localizado em San Diego, na Califórnia, de acordo com o jornal The Telegraph.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League