Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Retórica de Trump tem parcela de culpa em tumulto, dizem rivais

Confrontos entre partidários e opositores fizeram o pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos adiar um comício que seria realizado na sexta-feira, em Chicago

Os rivais de Donald Trump que buscam a nomeação do Partido Republicano para concorrer à presidência dos Estados Unidos condenaram a pancadaria que causou o cancelamento de um comício do magnata em Chicago, mas disseram que o discurso incendiário do pré-candidato era parcialmente culpado por isso. Na sexta-feira, um evento de campanha de Trump em Chicago foi adiado após brigas entre apoiadores do republicano e manifestantes. A confusão aconteceu no pavilhão da Universidade de Illinois e teve trocas de socos e empurrões.

LEIA TAMBÉM:

Trump adia comício em Chicago após confrontos

Vìdeo: eleitor de Trump dá soco em manifestante

Em declarações à imprensa, os candidatos Ted Cruz e Marco Rubio consideraram o incidente como “triste” e disseram que as pessoas que protestaram contra Trump e enfrentaram seus apoiadores dentro do ginásio deveriam ter respeitado o candidato e deixado o comício acontecer.

Os rivais, no entanto, acrescentaram que Trump também tinha parcela de responsabilidade no episódio. O magnata tem atraído um acalorado apoio – e também duras críticas – por suas promessas de construção de um muro na fronteira entre México e EUA, e de impor uma proibição temporária na entrada de muçulmanos no país. “Quando você tem uma campanha que afirmativamente encoraja violência você cria um ambiente que apenas encoraja este tipo de discurso”, disse Cruz.

Boato – Um porta-voz de Trump negou neste sábado o boato de que um comício em Ohio também seria cancelado por questões de segurança. Informações divulgadas pelo site de notícias local Cincinnati.com afirmavam que a equipe de segurança do candidato não pôde completar seus trabalhos de preparação a tempo para realizar o comício no Centro de Convenções Duke Energy em Cincinnati. Ohio está entre os cinco Estados que realizarão eleições primárias na terça-feira.

(Com Reuters)

Member of The Internet Defense League