Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Policial explode granada por acidente em tribunal no Paquistão

Ele manuseava uma das armas encontradas com o réu diante do juiz quando ocorreu a explosão

Um policial detonou uma granada acidentalmente durante um julgamento em um tribunal no Paquistão enquanto demonstrava o funcionamento o detonador ao juiz. O policial Liaquat Ali manuseava uma das armas encontradas com o réu para contestar a tese da defesa de que a granada é um mecanismo muito complicado para ser manuseado por um leigo. Assim que garantiu aos presentes da corte antiterrorismo de Karachi que o artefato estava desarmado, Ali puxou o pino e a granada explodiu.

Ninguém morreu no incidente. A explosão deixou o policial desastrado com ferimentos nas mãos, e um assistente da corte foi ferido nas mãos e no rosto pelos estilhaços. Segundo testemunhas, o juiz caiu da cadeira, reportou o jornal britânico The Guardian.

A explosão provocou pânico no edifício, onde outros casos de terrorismo estavam sendo julgados. “Pensamos que todo o prédio estava sendo atacado por terroristas”, disse Farhan Haider, um advogado que participava de outra audiência. “Todo mundo correu para a saída”.

O policial que detonou a granada será punido por manuseio inadequado de evidência, ou seja, sem a supervisão de um oficial de um esquadrão antibomba.

Leia também:

Menina morre ao cair de prédio no Japão após assistir a desenho sobre criança que podia voar

(Da redação)

Member of The Internet Defense League