Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama pede que Congresso adote medidas para impedir evasão fiscal de empresas

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu ao Congresso nesta terça-feira para adotar ações a fim de impedir que empresas americanas aproveitem brechas na legislação fiscal que permitem escapar do pagamento de impostos.

“Quando empresas exploram brechas assim… a conta fica para o resto de nós, e os americanos que trabalham duro sentem ser um jogo de cartas marcadas contra eles”, disse Obama na Casa Branca, acrescentando que corporações e indivíduos abastados não deveriam estar “manipulando o sistema”.

Na segunda-feira, o Departamento do Tesouro americano adotou ações mais decisivas para reprimir as inversões, negócios em que companhias americanas se unem a empresas estrangeiras para reduzir o pagamento de impostos nos EUA. As medidas colocam em risco uma série de fusões planejadas, incluindo o acordo de 160 bilhões de dólares entre os laboratórios Pfizer e Allergan.

“As ações do Departamento do Tesouro tornarão mais difícil explorar esta brecha de inversões empresariais em particular, mas só o Congresso pode fechá-la de vez”, afirmou Obama.

Muro de Trump – Ainda durante entrevista na Casa Branca, Obama minimizou a proposta do pré-candidato republicano Donald Trump de bloquear as remessas dos imigrantes mexicanos para financiar um muro na fronteira, ao considerá-la irrealista. “Isso é outro exemplo de algo que não é devidamente analisado e é apresentado para consumo político”, disse o presidente.

Donald Trump, o candidato favorito à indicação republicana, prometeu construir um muro para impedir a entrada no país de imigrantes ilegais e forçar o México a pagar os 8 bilhões de dólares que a obra custaria, um dos principais slogans de sua campanha à presidência.

(Com agências AFP e Reuters)

Member of The Internet Defense League