Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama está preocupado com a crise na Venezuela e cobra um ‘governo legítimo’

Em entrevista a uma emissora de televisão, o presidente americano afirmou que não deseja o fracasso do país sul-americano, pois isso teria consequências ruins para muitos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, expressou preocupação com a crise econômica vivida pela Venezuela e disse não querer ver o fracasso do país sul-americano, apesar das relações tensas entre Washington e Caracas. “Não é do interesse da América ver a Venezuela fracassar, porque isso pode ter impacto nas economias da Colômbia ou da América Central ou do México, e isso pode afetar os EUA”, afirmou Obama em entrevista à CNN em espanhol, exibida nesta terça-feira.

Obama também afirmou estar preocupado com a população e disse que o quanto antes os venezuelanos elegerem um governo que considerem legítimo, será “melhor para todos”. Um ano atrás, os EUA declararam a Venezuela uma ameaça à sua segurança nacional e adotaram sanções contra autoridades que Washington considera como responsáveis por terem violado direitos humanos ou se envolvidas em corrupção. A economia da Venezuela está sofrendo com uma inflação descontrolada e uma carência crônica de itens básicos, que críticos atribuem às políticas desastrosas do governo comandado por Nicolás Maduro.

Leia também

Governo venezuelano prorroga estado de emergência econômica

Projeto de lei para submeter Maduro a referendo avança na Venezuela

Vargas Llosa exalta Argentina e vê decadência do populismo na América Latina

‘Loucura’ – Comentando as declarações de Obama, o presidente da Venezuela acusou-o e dar “sinal verde para a loucura”. Maduro também disse que “felizmente há na Venezuela uma solidez política, social e institucional”, e “aos loucos vamos contendo com a verdade, com o poder e com a força constitucional”. No final de sua declaração, o venezuelano ainda mandou um recado: “Obama dizendo que é preciso mudar o governo da Venezuela? Quem é você, Obama, para opinar sobre a Venezuela? Cuida do teu país porque está bem ruim”.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League