Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novo confronto deixa dezenas de mortos em Aleppo, na Síria

A batalha foi a mais intensa no local em mais de um ano, declarou o Observatório Sírio de Direitos Humanos

Dezenas de pessoas foram mortas em uma batalha de um dia entre rebeldes sírios e forças do governo em Aleppo, na Síria. O confronto ocorre sem interrupções nesta quarta-feira, disseram fontes combatentes. Dezenas de pessoas foram mortas em ambos os lados e a batalha foi considerada mais intensa na cidade em mais de um ano, afirmou o diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos, Rami Abdulrahman.

Rebeldes declararam que insurgentes conseguiram conquistar território no lado tomado governo, porém o Exército informou que o ataque foi repelido. Os confrontos ameaçam as linhas de defesa próximas às áreas do governo em Aleppo. Forças oficiais foram reforçadas por aliados do Hezbollah libanês, disse Abdulrahman.

Leia mais:

Foguetes voltam a atingir hospital em Aleppo, na Síria

Clínica médica é atacada após tragédia em hospital de Aleppo

O número exato de mortes ainda é incerto. De acordo com um rebelde, cerca de 40 combatentes do governo e 10 rebeldes foram mortos. Uma fonte militar negou grandes baixas no Exército.

A cidade sofre uma onda de violência crítica há mais de uma semana. Os bombardeios na região desrespeitam o cessar-fogo que havia sido imposto no país em fevereiro pelos russos e americanos ao regime sírio e aos rebeldes. Nos últimos dias, dois hospitais e uma clínica foram atingidos em Aleppo. Um dos atentados matou pelo menos 50 pessoas, incluindo médicos e civis.

(Com Reuters)

Member of The Internet Defense League