Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nova Zelândia: o emprego com salário de R$ 130 mil que ninguém quer

Há dois anos, uma clínica na zona rural do país abriu uma vaga de médico, mas não há candidatos

Salário equivalente a 130.000 reais, três dias de folga por semana, três meses de férias por ano e participação nos lucros. Uma clínica médica na Nova Zelândia tenta, há dois anos, preencher a vaga de médico oferecendo os citados benefícios, mas ninguém se interessa pelo trabalho.

O emprego está disponível desde 2014 na charmosa e pacata cidade de Tokoroa, onde vivem cerca de 14.000 moradores, na Ilha Norte. O médico Alan Kenny, dono da clínica, contou ao jornal New Zealand Herald que quatro empresas de recrutamento já foram acionadas, mas há meses ele não recebe um único currículo.

Como não consegue contratar um colega, Kenny está sobrecarregado e, com uma lista de 6.000 pacientes, teve de cancelar as férias no ano passado. Em um único dia, atendendo de 8h30 às 18h, ele chega a atender mais de 40 pacientes sem pausa para o almoço.

O salário mensal de um médico da zona rural da Nova Zelândia gira em torno de valores equivalentes a 33.000 reais e 62.000 reais, reportou o New Zealand Herald. Segundo a publicação, o isolamento, a falta de opções de escolas e atividades sociais e o acesso limitado à internet explicam a falta de interesse dos profissionais em cidades das zonas rurais do país.

Leia também:

Os 10 quartos de hotel mais caros do mundo

(Da redação)

Member of The Internet Defense League