Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Naufrágio no rio Tigre mata 85 iraquianos

Barca transportava 120 passageiros, mas tinha capacidade para apenas 50; responsáveis estão presos

O naufrágio de uma barca que transferia 120 passageiros de uma margem para outra do rio Tigre, na cidade de Mossul, Iraque, provocou a morte de 85 pessoas, informou o primeiro-ministro do Iraque, Adil Abdul-Mahdi. O Ministério da Saúde do país disse que cerca de 55 pessoas foram resgatadas até o momento.

A embarcação, que tinha capacidade para 50 passageiro. Sobrecarregada com mais de 100% de suas possibilidades, virou completamente nesta quinta-feira, 21, perto de uma ilha chamada Bosques de Mossul, explicou a Defesa Civil da província de Ninawa.

Nas imagens divulgadas pela televisão estatal do Iraque, é possível ver a barca virada enquanto várias pessoas são arrastadas pela forte correnteza do rio Tigre, que atravessa a cidade de norte a sul.

O primeiro-ministro se encontrou com familiares das vítimas e se dirigiu até o local do acidente, no rio Tigre, onde decretou luto de três dias em todo o território iraquiano.

Veja também

Equipes de resgate e das forças de segurança iraquianas estão no local do acidente para retirar e ajudar os sobreviventes, afirmou em comunicado Saad Maad, porta-voz do Ministério do Interior do Iraque. Ele acrescentou que, nas “próximas horas, serão informados os detalhes do doloroso incidente e os números pontuais de mortes”.

O porta-voz também disse que os responsáveis pela embarcação foram detidos.

Ontem, o Departamento de Recursos Hídricos alertou sobre o aumento do nível do rio Tigre por conta da abertura das comportas da barragem de Mossul. Várias pessoas estavam reunidas nesta região turística da cidade para comemorar, entre outras festas, o Noruz – ano novo persa -, o Dia das Mães e o primeiro dia da primavera.

(Com EFE)

Member of The Internet Defense League