Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulheres sauditas serão notificadas de divórcio por mensagem de texto

Parte do pacote progressista príncipe Bin Salman, nova lei impede que os maridos mantenham a separação em segredo

As mulheres da Arábia Saudita passarão a ser avisadas por mensagem de texto e seus telefones celulares sobre o resultado de processo de divórcio iniciado por seus maridos. A medida foi tomada como meio de reduzir as ocorrências de homens que terminam seus casamentos em segredo, sem consultar nem comunicar suas mulheres.

As cortes sauditas começaram a enviar as notificações no último domingo 6 como “um passo para proteger os direitos das mulheres e acrescentar mais serviços às transformações digitais”, como declarou o Ministério da Justiça do país ao canal estatal Al-Ekhbariya.

O conteúdo do recado irá incluir o número do certificado de divórcio e em qual tribunal a mulher pode buscar a documentação. As mulheres também podem consultar seu estado civil por meio do de um site, no qual é possível o acesso aos certificados.

Veja também

Esta é mais uma das reformas do pacote conhecido como Vision 2030, promovido pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman. As novidades incluíram o direito de as mulheres sauditas dirigirem veículos.

Bin Salman era considerado um reformista até o assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi, em outubro de 2017, no consulado do reino em Istambul. O governo da Arábia Saudita nega o envolvimento do príncipe no crime.

O país também enfrenta críticas sobre seu sistema patriarcal de guarda, que outorga aos homens o exercício de uma autoridade arbitrária sobre as decisões relativas às mulheres de sua família. Desde domingo, uma jovem saudita de 18 anos, Rahaf Mohammed al-Qunun,  se recusa a ser deportada de Bangkok, na Tailândia, para seu país e ameaça suicidar-se se retornar para sua família.

Member of The Internet Defense League