Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

México autoriza extradição de ‘El Chapo’ para os EUA

Defesa do chefe do cartel de Sinaloa ainda tem 30 dias para entrar com recurso, o que pode atrasar a transferência

O Departamento de Relações Exteriores do México autorizou nesta sexta-feira a extradição do traficante Joaquín Guzmán, conhecido como “El Chapo”, para os Estados Unidos. De acordo com o governo mexicano, as autoridades americanas garantiram que o chefe do cartel de Sinaloa não vai encarar a pena de morte, uma vez que ela não é aplicada no México.

Os advogados de El Chapo têm 30 dias para entrar com recurso contra a decisão, o que significa que pode levar semanas ou até meses para que o traficante seja levado para os Estados Unidos. O mexicano enfrenta acusações de sete escritórios de promotoria americanos, incluindo Chicago, Nova York, Miami e San Diego.

Leia também:

Juiz autoriza extradição do traficante ‘El Chapo’ aos EUA

Traficante ‘El Chapo’ é transferido para prisão na fronteira com o Texas

A transferência para os Estados Unidos busca garantir que o mexicano cumpra sua pena. El Chapo já fugiu duas vezes das prisões de segurança máxima do México, o que rendeu a ele o título de traficante de drogas mais procurado do mundo. Na primeira vez, em 2001, permaneceu dez anos foragido. Em 2015, um ano depois de ter sido recapturado, escapou de novo, sendo preso em janeiro de 2016.

No início do mês, El Chapo foi transferido de uma prisão de segurança máxima próxima à Cidade do México para outra prisão federal, perto da fronteira com o Texas. O governo mexicano informou que a mudança não fazia parte do processo de extradição, mas aconteceu devido a obras que serão realizadas no primeiro centro de detenção. Hoje, ele está detido em um presídio localizado ao sul de Ciudad Juárez.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League