Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Malásia acredita que destroço de avião encontrado em Moçambique pode ser do MH370

Se a informação for confirmada, esta será a segunda vez que pedaços da aeronave são encontrados

O pedaço de avião encontrado em um banco de areia na costa de Moçambique pode ser do Boeing 777 da companhia aérea Malaysia Airlines, que desapareceu em março de 2014, segundo autoridades da Malásia. “É muito provável que o fragmento encontrado em Moçambique pertença a um B777”, declarou Liow Tiong Lai, ministro dos Transportes da Malásia, nesta quarta-feira. Pouco antes, a emissora americana NBC divulgou que um fragmento havia sido encontrado na costa leste da África por um americano que investiga o desaparecimento do voo MH370.

Em 8 de março de 2014, o avião que fazia o voo MH370, de Kuala Lumpur a Pequim, desapareceu pouco depois de decolar, com 239 pessoas a bordo. Se a informação for confirmada, esta será a segunda vez que pedaços da aeronave são encontrados – em julho do ano passado, destroços do avião foram descobertos na ilha francesa de Reunião, no Oceano Índico.

Leia mais:

Na busca pelo MH370, Austrália encontra navio naufragado há mais de 100 anos

Malásia confirma que encontraram mais destroços na Ilha de Reunião

Malásia confirma que destroço encontrado pertence ao MH370

Liow afirmou que a Malásia trabalha com a Austrália, que está coordenando as operações de buscas no Oceano Índico pelos destroços do avião, para recuperar e analisar o fragmento. Ele também salientou que “ainda é preciso confirmar e verificar” a origem do destroço, reportou a agência de notícias France-Presse.

Com as descobertas de julho, especialistas passaram a considerar que a aeronave caiu no mar após ter se desviado de sua rota inicialmente prevista, dirigindo-se para o sul do Oceano Índico, que sobrevoou por várias horas no piloto automático até ficar sem combustível.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League