Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Livro é devolvido a biblioteca da Nova Zelândia após 67 anos

Porque era criança quando retirou a obra, leitora se livrou da multa de 24 mil dólares neozelandeses, o equivalente a 82 mil reais

Um livro retirado em 1948 de uma biblioteca de Auckland, na Nova Zelândia, foi finalmente devolvido, 67 anos após o prazo de entrega. A mulher que retirou a obra – Myths and Legends of Maoriland, de AW Reed – disse que estava “querendo devolvê-lo há anos”.

Na quinta-feira, a neozelandesa foi até a biblioteca para entregar o livro que retirou quando era criança e perguntou quanto custaria a sua multa pelos 24.605 dias de atraso. Mas ela acabou escapando da punição, porque, de acordo com o regulamento do local, crianças não são cobradas por atrasos, segundo a bibliotecária Zoe Cornelius.

Se fosse cobrada pelo empréstimo do livro, a mulher precisaria desembolsar 24 mil dólares neozelandeses, o equivalente a 82 mil reais. “Ela parecia constrangida, mas eu estava satisfeita porque ela disse que leu e desfrutou do livro diversas vezes ao longo do tempo”, disse Zoe ao jornal The Guardian.

Leia também:

Escorregador mais alto do mundo será inaugurado em Londres

A biblioteca de Auckland tem três cópias da obra, que não podem mais ser retiradas por motivos de preservação, já que são antigas. O livro devolvido está sendo avaliado para determinar suas condições, mas a divisão de obras especiais da biblioteca acredita que ele não tenha um grande valor financeiro.

A equipe da biblioteca contou que recebeu mensagens de diversos leitores desde que a história se tornou pública perguntando se poderiam devolver outros livros muito atrasados, sem precisar pagar multas.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League