Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Líder talibã morre em ataque americano no Paquistão

O mulá Akhtar Mansour estava em um veículo que foi alvo de um drone

O líder da organização extremista Talibã, Akhtar Mansour, teve a sua morte anunciada neste domingo. Segundo o governo afegão, Mansour morreu em um ataque de drone americano no Paquistão.

“Mansour era vigiado de perto há tempos, até que foi atacado, juntamente com outros combatentes a bordo de um veículo, no Baluquistão”, província do sudoeste do Paquistão, indicou a Direção Nacional de Segurança.

O terrorista comandava a organização desde 2013, quando substitiu o seu fundador, mulá Omar. O talibã não se pronunciou sobre a morte de Mansour.

“Mansur representava uma ameaça iminente aos funcionários dos Estados Unidos, civis afegãos e forças de segurança afegãs”, disse o secretário de Estado americano, John Kerry, em Mianmar. “Ele era diretamente contrário às negociações de paz.”

Segundo uma fonte do Pentágono, o presidente americano, Barack Obama, autorizou o ataque, realizado com um conjunto de drones operados remotamente pelas Forças de Operações Especiais americanas.

“Os Estados Unidos sempre defenderam que o processo de reconciliação dirigido pelos afegãos era a forma mais segura de garantir a paz, que é o que desejamos. Mansur era uma ameaça à paz”, disse Kerry.

Desde o fim da missão de combate da Otan no Afeganistão, as forças americanas, teoricamente, desempenham apenas um papel de conselho e assistência junto às forças afegãs.

Com AFP

Member of The Internet Defense League