Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juiz convoca Cristina Kirchner a depor por operações do BC da Argentina

Um juiz da Argentina convocou a ex-presidente Cristina Kirchner para prestar depoimento em um caso que investiga irregularidades nos contratos futuros de dólar operados pelo Banco Central durante seu governo. O juiz Claudio Bonadio, que marcou o depoimento de Cristina para o próximo dia 13 de abril, também intimou outras doze pessoas, entre elas o ex-ministro de Economia, Axel Kicillof, e o ex-titular do Banco Central argentino, Alejandro Vanoli.

“Todas estas perdas em contratos futuros de dólar que o Banco Central deve honrar são resultado das posições abertas pela entidade entre setembro e novembro de 2015, que alcançaram cerca de 17 bilhões de dólares”, disse Bonadio.

Leia também:

Vice de Cristina Kirchner é indiciado na Argentina

Promotor argentino diz que Alberto Nisman foi assassinado

Vídeo de guarda-florestal auxiliando caçadores ilegais causa indignação na Argentina

Bonadio investiga uma denúncia apresentada em outubro do ano passado, quando Cristina ainda era presidente, contra Vanoli e o resto do diretório do Banco Central pelos deputados Federico Pinedo, do Proposta Republicana (PRO, partido liderado pelo atual presidente, Mauricio Macri), e Mario Negri, da União Cívica Radical (aliada ao atual governo).

Segundo a denúncia, por meio da realização de contrato futuro de dólar, o Banco Central teria negociado a moeda americana a uma cotação que rondava os 10,65 pesos, abaixo do estabelecido na Bolsa de Nova York para esse tipo de contrato – na época, cerca de 14 pesos por unidade.

Em novembro, a então diretoria do Banco Central tinha assegurado em comunicado que sua intervenção no mercado de futuros era realizada “nos termos estabelecidos pela legislação vigente e de acordo com as disposições da Carta Orgânica da instituição”.

(Com EFE)

Member of The Internet Defense League