Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jovem japonesa escapa de cativeiro após passar dois anos sequestrada

Uma menina de 15 anos desaparecida em 2014 conseguiu escapar de seu sequestrador que a manteve presa e vigiada durante dois anos em seu apartamento de Tóquio, informaram nesta segunda-feira meios de comunicação japoneses. Segundo o relato da menina, o sequestrador, de 23 anos, saiu do apartamento onde residia com a menina sem trancar, momento que a jovem aproveitou para sair à rua e ligar para sua família.

Foi a própria mãe da menina que, após atender sua chamada no domingo, pediu que ligasse imediatamente para a polícia, que a encontrou nas imediações de uma estação de metrô próxima ao local no qual permaneceu presa. A polícia deteve o sequestrador, Kabu Terauchi, na cidade de Ito, a cerca de 130 quilômetros de Tóquio, enquanto vagava pela rua ensanguentado após ter tentado se matar ferindo-se no pescoço. Terauchi está internado em um hospital e depois ficará à disposição judicial.

Leia também

Censo do Japão registra pela primeira vez queda na população

Contra a vontade do mundo, Japão retoma caça às baleias

A adolescente, que tinha 13 anos quando desapareceu, foi vista pela última vez em 10 de março de 2014 enquanto falava com um homem diante de sua casa. De acordo com as autoridades japonesas, o detido perpetrou o sequestro enganando a jovem, quando se aproximou da porta de sua casa e disse que seus pais iam se divorciar e que ele era o advogado, pedindo que entrasse em seu carro. Desde então, a jovem foi presa primeiro em um apartamento em Chiba, leste de Tóquio, e posteriormente em outro local situado no bairro de Nakano, no centro da capital japonesa.

O sequestrador se graduou neste mês em engenharia pela Universidade de Chiba e ia começar a trabalhar em breve. Após ser encontrada, a adolescente, que ainda levava consigo sua carteirinha de estudante, se submeteu a uma revisão médica e posteriormente se reuniu com sua família.

(Com agência EFE)

Member of The Internet Defense League