Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inteligência belga sabia que o aeroporto era visado por terroristas

Apesar do aviso prévio, a inteligência e segurança em Bruxelas, sede da maioria das agências da União Europeia (UE), falharam em detectar a gravidade do alerta

Os serviços de segurança e inteligência belgas, bem como outras agências de inteligência ocidentais, tinham “avançados e precisos” avisos sobre a possibilidade de ataques terroristas na Bélgica; reporta o jornal israelense Haaretz. Os serviços de segurança sabiam, “com um elevado grau de certeza”, de que estavam sendo planejados ataques para um futuro muito próximo visando o aeroporto e, aparentemente, o metrô também.

Apesar do aviso prévio, a inteligência e segurança em Bruxelas, sede da maioria das agências da União Europeia (UE), falharam em detectar a gravidade do alerta. Citando fontes da inteligência israelense, o jornal sustenta que era sabido que os terroristas estavam planejando os atentados em Bruxelas em Raqqa, na Síria, cidade considerada a “capital” do Estado Islâmico (EI).

Leia também

Turquia deteve e deportou um dos autores dos atentados de Bruxelas

“A mãe do satã”, explosivo preferido do EI, foi usado em Bruxelas

Bélgica identifica suicidas e confirma vínculos com ataques de Paris

A célula terrorista responsável pelos ataques da terça-feira estava intimamente associada com a rede por trás da série de ataques em Paris em novembro passado. Os terroristas que atuaram em Paris e em Bruxelas eram parte da mesma infraestrutura terrorista ligada a Salah Abdeslam, que participou dos atentados na França e estava foragido em Bruxelas. Abdeslam foi preso na semana passada e sua detenção, aparentemente, foi o gatilho que disparou os atentados na capital belga. Ainda de acordo com o Haaretz, o EI antecipou os atentados pois temia que Abdeslam poderia dar informações sobre os planos nos interrogatórios aos quais seria submetido. A rede de televisão belga VTM, por meio de outras fontes, também noticiou que os atentados seriam na próxima segunda-feira.

A polícia da Bélgica identificou nesta quarta as identidades dos três terroristas que atacaram o Aeroporto Internacional de Zaventem e na estação de metrô Maelbeek: os irmãos Khalid e Ibrahim el Bakraoui, e Najim Laachraoui. Khalid el Bakraoui e Laachraoui se explodiram no aeroporto e Ibrahim foi o homem-bomba do metrô. A polícia belga trabalha ainda com a possibilidade da presença de um quarto terrorista que teria atuado na estação e escapado com vida. O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou os atentados que deixaram 31 mortos e mais de 260 feridos.

Leia mais

Bélgica: Em carta de despedida, terrorista reclama de fugas constantes

FBI envia agentes a Bruxelas para investigar ataques terroristas

(Da redação)

Saiba onde foram os ataques em Bruxelas

Vídeo: Pessoas desesperadas tentam sair do metrô em Bruxelas


Member of The Internet Defense League