Clique e assine com 88% de desconto

Incêndio florestal no Canadá chega ao sétimo dia sem expectativa de contenção

Evento já é um considerado um dos maiores desastres naturais da história do país; cerca de 80.000 pessoas ficaram desalojadas por causa do avanço das chamas

Por Da Redação - 8 maio 2016, 13h52

Um incêndio florestal de grandes proporções que avança pela região central do Canadá chegou ao seu sétimo dia neste domingo. O fogo, que começou perto da cidade de Fort McMurray, em Alberta, já desalojou mais de 80 mil pessoas e destruiu 1,6 mil casas e outros prédios. Ainda não há previsão para o retorno dos residentes ao local.

O governo de Alberta afirmou que o incêndio deve devastar mais de 200 mil hectares até o fim deste domingo e continuar crescendo por causa das altas temperaturas, clima seco e fortes ventos. Chad Morrison, gerente de prevenção de incêndios de Alberta, afirmou que não é incomum que incêndios dessa proporção em áreas de floresta durem por meses. “As condições relacionadas ao fogo são extremas”, disse ele.

Mais de 1400 bombeiros, 133 helicópteros e 27 caminhões-tanque combatem os 43 focos de incêndio diferentes que atravessam a província de Alberta. Sete focos de incêndio estão totalmente fora de controle nos arredores de Fort McMurray, capital da produção de petróleo na costa oeste do Canadá.

A única boa notícia é que os incêndios “continuam a afastar-se” de Fort McMurray e dos locais de produção de petróleo para o nordeste, segundo Chad Morrisson, da agência de gestão de emergências. Ele acrescentou que o fogo não representa uma ameaça para as populações, embora provoque danos graves ao ecossistema.

Continua após a publicidade

“A situação permanece imprevisível e perigosa. É um incêndio enorme, perigoso e sem controle”, disse o ministro de Segurança Pública, Ralph Goodale.

Os impactos econômicos são enormes. Segundo os especialistas, as petrolíferas Suncor, Syncrude e Shell reduziram sua produção total de um milhão de barris por dia, o que representa um quarto de toda produção do Canadá, resultando em um prejuízo de dezenas de milhões de dólares por dia.

Este já é considerado um dos maiores desastres naturais da história do Canadá. A reconstrução da cidade de Fort McMurray tem custo previsto de 9 bilhões de dólares canadenses.

(Com Reuters e Agência Brasil)

Publicidade