Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Incêndio em prédio em Bangladesh deixa pelo menos 19 mortos

Três das vítimas morreram após pular do edifício tentando escapar das chamas; há pouco mais de um mês, tragédia semelhante também em Daca matou 78 pessoas

Pelo menos 19 pessoas morreram e cerca de 70 ficaram feridas nesta quinta-feira, 28, por causa de um incêndio em um edifício de Daca, capital de Bangladesh. Três das vítimas morreram após pularem do prédio em chamas. O Corpo de Bombeiros estima que outras pessoas ainda estejam presas no prédio de 19 andares.

De acordo com a imprensa local, as pessoas ilhadas pelo fogo gritavam por ajuda nas janelas. Pelo menos seis delas usaram cordas para descer pela lateral do prédio. Segundo um informe do hospital Unidos, mais de 40 feridos foram internados. O porta-voz do Exército, Abdullah Ibne Zaid, também disse que 45 pessoas receberam atendimento no hospital militar Kurmitola.

Para o local foi levado o corpo de um cidadão de Sri Lanka. Outra morte foi confirmada no hospital universitário de Daca. As vítimas tinham ferimentos graves na cabeça, mas nenhuma queimadura aparente.

As Forças Armadas deslocaram tropas navais e aeronáuticas para apoiar os bombeiros no controle do incêndio e helicópteros derramaram água nos focos mais críticos, enquanto centenas de pessoas lotavam as ruas vizinhas assistindo aos trabalhos.

Veja também

Um dos sobreviventes, Manzur Morshed, funcionário da empresa Amara Networks Limited, contou que durante o incêndio “muita gente” ficou encurralada nos escritórios do edifício.

“Estava em um banheiro no 17° andar quando fui informado sobre um incêndio que tinha começado provavelmente no 7° andar. Eu e meus companheiros corremos para o último andar e pulamos para o edifício anexo, que era próximo”, relatou.

O incêndio desta quinta acontece pouco mais de um mês depois que uma tragédia similar em Daca, que deixou 78 mortos. No dia 21 de fevereiro, um enorme incêndio envolveu vários edifícios no mercado popular de Chawkbazar, em um bairro histórico na parte antiga da cidade. O foco inicial das chamas foi um armazém de produtos de plástico. De acordo com uma testemunha, o fogo começou depois que um cilindro de gás explodiu no interior de um automóvel que estava em frente ao edifício.

Especialistas culpam a ausência de leis que regulamentem a segurança nos edifícios pela frequência de grandes incêndios em Bangladesh. Em junho de 2010, 116 pessoas morreram depois que chamas atingiram o bairro de Nimtoli, um dos mais povoados de Daca.

Já em novembro de 2012, o fogo consumiu nove andares de uma fábrica de tecidos nas proximidades da capital, matando 124 funcionários. As investigações indicaram que o incidente foi causado por negligência e que saídas trancadas impediram que as pessoas escapassem.

(com Efe e AFP) 

Member of The Internet Defense League