Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Imprensa internacional repercute domingo de manifestações no Brasil

Sites de jornais como "The Guardian", "Le Monde" e "Washington Post" noticiaram os protestos nacionais

As manifestações contra o governo da presidente Dilma Rousseff no Brasil foram noticiadas com destaque pela imprensa internacional neste domingo. Os sites de notícias salientaram as dimensões dos protestos e a fragilidade em que se encontra o governo brasileiro diante dos casos de corrupção investigados na Operação Lava Jato.

De acordo com o site do jornal britânico The Guardian, os atos aumentam as dúvidas sobre a capacidade de a petista completar os quatro anos de mandato, reflexo da “frustração” manifestada nas ruas e em um momento econômico que o jornal classifica como “a pior recessão do século”.

Nos Estados Unidos, o Washington Post destacou que o número de manifestantes deste domingo superou o das Diretas Já, afirmando que os atos aumentam a pressão sobre “o combalido governo Dilma, enquanto ela sofre para se manter no poder menos de 18 meses após sua reeleição”. O jornal também aborda o fato de a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter inflamado os movimentos e disse que ele foi “formidavelmente popular” durante seus mandatos.

O francês Le Monde destacou a fala da presidente Dilma, que disse na sexta-feira que não há motivos para renúncia e que ficaria orgulhosa de ter Lula como um de seus ministros. O jornal também abordou a condução coercitiva do ex-presidente, classificando-a como “humilhante”.

O jornal argentino Clarín observou que estas foram “as primeiras manifestações apoiadas por partidos da oposição de forma explícita”, enquanto o espanhol El País ressaltou as demandas dos manifestantes pela prisão de Lula e pelo fim da corrupção, dizendo que os movimentos foram as manifestações mais “massivas” da democracia brasileira.

O El País também comparou as manifestações deste domingo com os atos contra o aumento da tarifa de transporte em 2013, notando que, à época, os manifestantes exigiam melhorias na qualidade da educação e do transporte público, enquanto os últimos movimentos têm como foco a saída do PT do poder.

Já o portal da rede de TV árabe Al Jazira abordou o caráter pacífico dos atos deste domingo, além das tímidas manifestações em defesa do governo petista observadas nas regiões periféricas de São Paulo.

Com Estadão Conteúdo

Member of The Internet Defense League