Clique e assine com 88% de desconto

Guarda nazista de Auschwitz morre poucos dias antes de seu julgamento

Ernst Tremmel, acusado de ser cúmplice no assassinato de mais de 1.000 pessoas, seria julgado no próximo dia 13

Por Da Redação - 7 abr 2016, 17h49

Um ex-guarda do campo de concentração nazista de Auschwitz morreu poucos dias antes do seu julgamento na Alemanha, marcado para o próximo dia 13, informou um porta-voz da Justiça alemã nesta quinta-feira. Ernst Tremmel, de 93 anos, era membro da guarda Nazi SS e foi acusado de cumplicidade na morte de mais de 1.000 pessoas.

Tremmel trabalhou no campo de concentração da Polônia entre novembro de 1942 e junho de 1943. Seu julgamento estava marcado para o dia 13 de abril, na cidade de Hanau. Como o réu tinha entre 19 e 20 anos na época dos crimes, ele deveria ser julgado pela Justiça juvenil. A causa da morte de Tremmel não foi divulgada.

Leia também:

Ex-guarda de Auschwitz, de 94 anos, vai a julgamento na Alemanha

Continua após a publicidade

Aos 95, ex-enfermeiro de Auschwitz vai a julgamento na Alemanha

Terrorista norueguês promete lutar ‘até o fim pelo nazismo’

A Alemanha está realizando os prováveis últimos julgamentos ligados ao Holocausto, quando mais de 6 milhões de pessoas, a maioria judeus, foram mortos pelos nazistas. Dois outros homens e uma mulher, todos com mais de 90 anos, também são acusados de serem cúmplices no assassinato de centenas de milhares de pessoas em Auschwitz.

Os julgamentos do ex-paramédico do campo de concentração Hubert Zafke, de 95 anos, e do ex-guarda Reinhold Hanning, de 94 anos, já começaram. Nenhuma data foi fixada para o julgamento da terceira acusada, a operadora de rádio Helma M., de 92 anos. Ela é acusada de cumplicidade no assassinato de 260.000 pessoas.

Continua após a publicidade

(Da redação)

Publicidade