Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Funcionário da Apple é encontrado morto na sede da companhia

Segundo as investigações realizadas até o momento, nenhum outro indivíduo esteve envolvido no incidente. As autoridades não estão à procura de suspeitos

Um funcionário da Apple foi encontrado morto na última quarta-feira em uma sala de conferências da sede da companhia no Vale do Silício. A polícia ainda investiga o caso, considerado até o momento um “incidente isolado”. As investigações preliminares apontam que, além da vítima fatal, nenhum outro indivíduo esteve envolvido no incidente. Embora não tenham informado se trabalham com a hipótese de suicídio ou acidente, as autoridades não estão à procura de nenhum suspeito.

Agentes do gabinete do xerife da cidade de Santa Clara receberam um telefonema do campus principal da Apple na cidade californiana de Cupertino, no Vale do Silício, para investigar informações sobre “um corpo em uma sala de conferências com uma pistola” às 8h35 locais da quarta (12h35 em Brasília), segundo uma troca de mensagens policiais disponível on-line.

Leia também:

FBI pagou mais de US$ 1 mi a hackers para acessar iPhone de atirador

Sem ajuda da Apple, FBI desbloqueia iPhone de terrorista

Brigando com o FBI, Apple trabalha para aumentar segurança do iPhone

Um porta-voz do xerife, citado pelo jornal San Jose Mercury News, disse que os policiais encontraram um “homem morto” e que não havia riscos para mais ninguém no campus ou para o público. O funcionário tinha um ferimento na cabeça e os agentes encontraram uma arma de fogo ao lado do corpo.

Os investigadores de Santa Clara devem realizar uma autópsia para determinar a causa e a forma da morte do funcionário.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League