Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fotógrafo brasileiro Mauricio Lima é um dos premiados do Pulitzer 2016

O fotógrafo do "The New York Times" e três colegas ganharam o prêmio por uma série de imagens sobre a crise dos refugiados

O fotógrafo brasileiro Mauricio Lima, do jornal The New York Times, ganhou nesta segunda-feira, juntamente com outros três colegas, o Prêmio Pulitzer 2016 na categoria de “Fotografia de Notícias”, pela cobertura da crise dos refugiados. Os Prêmios Pulitzer, um dos mais prestigiosos do jornalismo e da literatura, são entregues desde 1917. O anúncio foi feito durante uma cerimônia na Universidade de Columbia, em Nova York.

Lima, de 40 anos, foi premiado juntamente com Sergey Ponomarev, Tyler Hicks e Daniel Etter, também do New York Times, por “Exodus”, um conjunto de imagens da crise dos refugiados da Síria, do Iraque e do Afeganistão, que fogem dos conflitos e da violência em seus países rumo à Europa. O prêmio foi compartilhado com a equipe da agência Reuters, contemplado pelo trabalho sobre o mesmo tema.

Leia também:

Romance vietnamita leva o Pulitzer de ficção

Itália confirma nova tragédia com naufrágio de embarcação

A agência de notícias The Associated Press foi a grande vencedora do prêmio de “Serviço Público”, pela investigação dos abusos trabalhistas sofridos por milhares de pessoas que trabalham na indústria do peixe e marisco no Sudeste Asiático. As reportagens dos jornalistas da AP levaram à libertação de quase dois mil trabalhadores escravos e a importantes reformas na indústria, a principal fornecedora dos restaurantes e supermercados americanos.

O jornal Los Angeles Times venceu na categoria “Notícias” pela cobertura do massacre de San Bernardino (Califórnia), onde Syed Farook e sua esposa, Tashfeen Malik, assassinaram 14 pessoas em 2 de dezembro passado, antes de serem mortos pela polícia. O New York Times também ganhou o prêmio de melhor “Reportagem Internacional”, pelo trabalho de Alissa J. Rubin sobre o abuso de que são alvo as mulheres no Afeganistão.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League