Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA: projeções apontam Trump e Hillary como os vitoriosos na Super Terça

O magnata Donald Trump pode assumir o controle da disputa interna dos republicanos à presidência dos Estados Unidos nas primárias desta Super Terça, uma das etapas mais importantes da corrida à Casa Branca. Na disputa democrata, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton deve derrotar o socialista Bernie Sanders, apontam as projeções das prévias americanas neste 1º de março.

De acordo com as projeções da rede americana CNN, Trump vencerá em quase todos os Estados que irão realizar prévias partidárias. A única exceção parece ser o Texas, onde o senador Ted Cruz, representando do Estado, tem uma dianteira apertada e precisa desesperadamente de uma vitória. Trump, empresário do setor imobiliário de Nova York e ex-apresentador de reality shows, vem superando todas as expectativas com promessas de campanha como a construção de um muro na fronteira com o México e a expulsão de 11 milhões de imigrantes ilegais.

Leia mais:

Entenda a Super Terça, que acontece hoje nos EUA

Trump e Hillary lideram as pesquisas nas primárias da Super Terça

Se confirmar as vitórias previstas na Super Terça, Trump estará mais perto de derrotar seus adversários Cruz, Marco Rubio, senador da Flórida, John Kasich, governador de Ohio, e Ben Carson, neurocirurgião aposentado, e conquistar a indicação republicana para disputar a eleição no dia 8 de novembro.

Partido Democrata – Do lado democrata, levantamentos mostram Hillary, que venceu três das quatro primeiras prévias de seu partido (Iowa, Nevada e Carolina do Sul), com uma larga vantagem em seis Estados do sul que têm grandes contingentes de eleitores negros, até o momento pouco entusiasmados com Sanders, senador de Vermont.

Além da vitória em Vermont, apontada pelas projeções da CNN, Sanders está de olho em outros quatro Estados nesta terça-feira: Massachusetts, Oklahoma, Minnesota e Colorado.

Nesta Super Terça, doze estados participam de primárias e caucus (assembleias populares), no qual os candidatos do Partido Democrata competirão por 865 delegados dos 2.383 necessários para conseguir a indicação presidencial pela legenda. Pelo Partido Republicano, estão em jogo 595 delegados dos 1.237 necessários para obter a candidatura presidencial. Ambos os partidos terão os resultados em dez estados, enquanto os democratas saberão também os do Colorado.

(Com Reuters)

Member of The Internet Defense League